Programação NeuroLinguística (PNL)

O que será?

O que faz com que profissionais, com a mesma formação académica, tenham resultados tão distintos no exercício de uma mesma atividade profissional?

O que faz com que, por vezes, a mesma realidade tenha interpretações e impactos tão distintos?

Com a Programação NeuroLinguística (PNL) tomamos consciência de que a nossa experiência do mundo não é o mundo... O mapa não é o território (Alfred Korzybski).

Como é que é?...

Bom, na década de 70, em Palo Alto, John Grinder e Richard Bandler, questionaram o modo como nós comunicamos, connosco e com os outros.

Na verdade, a nossa percepção dos acontecimentos é influenciada por um conjunto de filtros, como por exemplo, as crenças, os valores, a nossa história de vida...

E expressamo-nos através da fisiologia e da linguagem que, por sua vez, também se constitui como filtro, omitindo, transformando e generalizando a nossa experiência.

Conhecendo os processos que estão por detrás da nossa experiência subjetiva, abrem-se novas possibilidades... Podemos aumentar o nosso auto conhecimento, compreender melhor o outro, ser mais flexíveis, entre muitas outras coisas que nos permitirão alcançar mais facilmente os objetivos a que nos propomos pois, na verdade, a qualidade das nossas vidas é determinada não pelo que nos acontece, mas antes pelo que nós fazemos relativamente ao que acontece (Anthony Robbins).

A PNL é hoje aplicada para desenvolvimento pessoal e profissional, em relações, no ensino, na liderança, na saúde, no desporto, nas vendas, no coaching e na mediação.

Muito importante, e algo que claramente está presente na equipa Ownrising - A PNL como uma atitude na vida, conduzindo-a e responsabilizando-nos por isso.

Saiba mais sobre as aplicações da PNL nos artigos:

Sem comentários:

Publicar um comentário